A competição faz parte dos negócios em qualquer área de mercado no mundo atual, inclusive no setor de saúde. As instituições precisam trabalhar constantemente para preservar suas margens de lucro ao mesmo tempo em que precisam aumentar os índices de sucesso de seus procedimentos, bem como a percepção de bem-estar dos pacientes.

Pensando nisso, a utilização de KPI’s hospitalares se torna imprescindível para conseguir mensurar os níveis de atividade e ter meios para melhorar a performance como um todo. Quer saber como? Neste artigo, você entenderá melhor esses indicadores e conhecerá meios para acompanhá-los, fazendo com que sua instituição se torne ainda mais eficiente!

O que são os KPI’s hospitalares?

Os indicadores-chave — ou KPI’s, sigla em inglês para Key Performance Indicator — são uma forma de medir os níveis de atividade de um processo, possibilitando monitorar, analisar e otimizar tudo aquilo que influencia o seu desempenho. Em outras palavras, são métricas que podem ser utilizadas para determinar o progresso de uma empresa em atingir suas metas estratégicas e operacionais, bem como comparar os resultados de anos anteriores, de outras unidades ou mesmo de concorrentes.

Para serem realmente úteis, os KPI’s devem atender a um conjunto de critérios. Uma maneira bem popular de quantificá-los, por exemplo, é usar o método SMART, que determina que os objetivos devem ser:

  • Specific (específicos);

  • Measurable (mensuráveis);

  • Assignable (atingíveis);

  • Realistic (realistas);

  • Time-Related (inseridos num contexto temporal).

Na área da saúde, pensando na função finalística, utilizamos esses indicadores para melhorar o que for relevante para aumentar a satisfação dos pacientes. Podemos, nesse sentido, decompô-los em categorias distintas, considerando o processo de admissão, a segurança, o controle de infecções, os aspectos financeiros e de controle de estoque, dentre outros vários.

Quem trabalha em um hospital, sabe que deve acontecer uma união de muitas partes para que atividades aparentemente simples ocorram corretamente. Ainda mais pensando na preservação da vida dos pacientes, bem como nas condições de trabalho dos colaboradores. Então, quando os hospitais querem rastrear sua eficácia operacional sem sombra de dúvida, é recomendado recorrer aos indicadores de desempenho para avaliar e compreender seus fluxos de trabalho, conseguindo assim buscar melhorias.

Como acompanhar esses indicadores de desempenho?

O monitoramento dos KPI’s está diretamente relacionado à sua escolha. Muitas vezes, existem questões que são importantes ou pertinentes de serem avaliadas, mas inviáveis de se apurar no dia a dia. Por outro lado, os avanços tecnológicos melhoram muito este processo.

Antigamente, o esforço necessário para compilar informações era muito grande e estava sujeito a inúmeros erros, algo que foi resolvido com soluções integradas e fáceis de se utilizar. Hoje, temos acesso a sistemas que permitem armazenar e compilar dados em grandes quantidades, constituídos em ambientes on-line que favorecem a comunicação entre as partes e a transparência.

Quando opta por investir em ferramentas que propiciam o acompanhamento e a avaliação de indicadores — como, por exemplo, um software de gestão hospitalar — a instituição de saúde faz uma escolha que lhe permite mensurar resultados com mais eficiência, além de aumentar sua capacidade de controlar o desempenho geral e individual de todos aqueles que contribuem para que tudo aconteça conforme o planejado.

Vale dizer, inclusive, que é possível buscar soluções para todas as áreas do hospital, como cadastramento, compras de medicamentos e insumos, controle de leitos e das cirurgias agendadas, bem como das taxas de sucesso dos tratamentos aplicados.

Os KPI’s hospitalares são, portanto, essenciais para a tomada de decisões. Tanto no nível estratégico — quando se opta por investir em um equipamento que aumenta a capacidade de produzir diagnósticos com mais assertividade, por exemplo — quanto em relação às operações — quando se prioriza o atendimento de alguém em virtude da maior gravidade de um quadro.

Pensando na questão do controle de agendamento de cirurgias, algo extremamente relevante na rotina de um hospital, a Intelectah tem a melhor solução para sua instituição. Nossa plataforma pode ser integrada a sistemas de gestão hospitalar disponíveis no mercado e oferece ganhos expressivos na melhoria deste importante processo. Entre em contato conosco para saber mais!

Powered by Rock Convert