A Disney World é um dos destinos mais visitados no mundo. Independentemente da faixa etária, os visitantes superam suas expectativas nesse mundo mágico, e a Gestão Disney é a grande responsável por isso, fazendo com que as pessoas se sintam encantadas com a experiência vivida.

Sua aplicação não se limita somente ao parque temático criado por Walt Disney. Esse tipo de gestão pode ser incorporado em vários segmentos, inclusive na área da saúde. Abordaremos com mais detalhes como isso é possível. Acompanhe!

O que é a Gestão Disney?

O conceito de Gestão Disney é estreitamente relacionado ao encantamento dos clientes. Esse modelo surgiu junto com a Disney World, que preza por proporcionar aos visitantes uma experiência única.

Os usuários do serviço apresentam uma demanda e ela deve ser solucionada da melhor forma possível. Para isso, toda a equipe deve se empenhar ao máximo na resolução do caso. Dessa forma, é possível não apenas atender às necessidades do cliente, mas também fazer com que ele supere suas expectativas com o serviço recebido.

Por que ela deve ser utilizada na área da saúde?

A área da saúde está inserida em uma realidade na qual as situações são, na maioria das vezes, delicadas. Além disso, esse é um segmento que envolve casos dos mais simples aos mais graves e, dependendo do contexto, abrange pessoas com diferentes níveis de estabilidade emocional.

Assim sendo, é imprescindível que os serviços oferecidos sejam capazes de propiciar ao paciente o suporte e o conforto necessários durante todo o seu atendimento. Vale ressaltar também que essa gestão pode ser adotada desde os pequenos aos grandes centros de saúde.

Powered by Rock Convert

Quais os passos para sua aplicação?

Quando determinado estabelecimento decide aderir à Gestão Disney, ele deve se atentar a alguns detalhes. Primeiramente, o olhar não deve ser direcionado apenas para o cliente, mas também para aqueles que proporcionarão sua satisfação. Portanto, antes de tudo, a equipe de trabalho deve compreender o modelo que será implantado e absorver a nova cultura organizacional.

Cada funcionário deve se reconhecer como parte imprescindível no atendimento oferecido. Independentemente do seu cargo na instituição, ele deve se sentir plenamente empoderado para atuar de forma efetiva nesse modelo, mesmo tendo as limitações naturais da sua função. Dessa forma, ele percebe que, mesmo sendo uma parte de um todo, suas atribuições têm importância no encantamento do cliente e na cooperação mútua entre os outros envolvidos.

Voltando à visão do usuário, assim como o tratamento influencia na sua experiência, o espaço físico do estabelecimento também tem um grande valor. Então, é necessário que as alocações também ofereçam o devido conforto, tanto na parte externa quanto na interna. Exemplo claro disso é a atenção voltada para a acessibilidade. É de extrema importância que um ambiente, principalmente da área da saúde, esteja apto a receber pessoas com deficiência.

Por fim, a direção do local deve estar atenta também à necessidade de acompanhar de perto o desempenho do seu quadro de funcionários. Para isso, é interessante a criação de setores responsáveis pela avaliação dos resultados obtidos com a mudança de gestão. Assim, será possível identificar onde o processo está funcionando com perfeição e gerando realmente o encantamento do cliente, bem como os pontos de melhoria.

Com esse artigo, buscamos esclarecer sobre o conceito da Gestão Disney e a quais detalhes o gestor da área da saúde deve se atentar no momento de sua aplicação. Esperamos que tenha ficado clara a sua importância na satisfação dos usuários e de que forma ela pode ser aplicada, podendo trazer resultados ainda mais relevantes à instituição.

Gostou do nosso conteúdo? Aproveite e compartilhe esses conhecimentos agora mesmo em suas redes sociais!

Powered by Rock Convert